Postagens populares

Filho da Noite

Anoiteceu, logo vão chover estrelas.
A porta abria e fechava sem parar.
Um frio intenso, rua escura e alma inquieta.
Menino solitário, sem rumo, não tem pra onde ir.
Rua deserta caminhava sob a lua.
Ouviu algo, não viu nada, menino ingrato,
fugiu de casa e agora não pode chorar.
Mãe não chora, o seu filho vai chegar.
Já passou da hora, mais dia e mais uma noite.
Aquele ingrato vai chegar.
Já passou da hora.
Amanheceu, mãe acorda, olha, é agora.
“Seu filho vai chegar”.
Luciano
Junqueirópolis-sp

3 comentários:

ODAIR J. ALVES disse...

ficou bom Luciano.

Hevellyn disse...

oi Luciano...
obrigada por visitar meu blog e que bom que gostou!!
O seu tbm está mto bom!!!! Gostei!!!
Apareça sempre!!
Até mais!

(¯`·._.·[***Celina***]·._.·´¯) disse...

Obrigada pela sua visita e seu comentário num dos meus blogs. Vim conhecer o seu e estou gostando muito, legal e interessante o seu modo de escrever, de se expressar, voltarei mais vezes para ler o resto. Parabéns. bjkss